Após protesto na BR-101, família encontra corpo de estudante

O corpo do estudante Gabriel Duarte da Silva, 16 anos, foi encontrado por familiares no final da tarde desta segunda-feira (8), em um matagal na região de Queimados, na Serra-ES. A mãe do garoto, acompanhada de vizinhos e familiares, fechou a BR-101, na altura do bairro Divinópolis, após receber uma foto do adolescente morto.

O menino estava desaparecido desde domingo (7). A copeira Lilian Duarte, 46 anos, mãe de Gabriel, não conseguia encontrar o corpo do filho.  “Às 15h30 recebi no meu Whatsapp uma foto do meu filho morto. Eu tenho certeza que ele não está vivo. Não dormi essa noite, entrei em vários matagais procurando meu filho e não encontrei”, disse.

A mãe contou que o estudante saiu de casa por volta do meio-dia, em São Marcos, na Serra, para fazer uma tatuagem, no bairro Divinópolis. O adolescente foi com um amigo, mas quando retornavam, por volta das 13 horas, foram surpreendido por três criminosos armados, que levaram Gabriel.

Lilian acredita que o estudante foi confundido. “Tem vários garotos com o nome de Gabriel no bairro, não era meu filho que eles queriam. Agora, eu só quero dar um enterro decente pra ele, só isso”, lamentou.

A família descobriu o paradeiro do corpo graças a informações de moradores do bairro, que afirmaram ter visto o adolescente sair com vida do bairro Divinópolis, em direção à Queimados.

Segundo a polícia, o corpo está em uma barranco, de difícil acesso. Assim que for retirado, ele será encaminhado para o DML de Vitória. A Delegacia de Crimes Contra a Vida da Serra vai investigar o caso. 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA