DestaquePolitica

Câmara de Eunápolis adia votação da reforma administrativa

Reunidos com a Mesa Diretora da Casa, na manhã desta quarta-feira 6, os vereadores de Eunápolis decidiram pedir mais tempo para analisar o Projeto de Lei número 01/2021, de autoria do Poder Executivo, que trata da reforma da estrutura administrativa da Prefeitura de Eunápolis. A decisão foi aceita pela prefeita Cordélia Torres (DEM).

Os vereadores alegam a complexidade do tema e pedem mais tempo para discutir a matéria.

Entre as mudanças apresentadas estão a criação de cinco novas secretarias, que serão desmembradas de algumas já existem, “resultando em uma estrutura administrativa mais moderna sem ampliar o número de pessoal, já que a reforma também prevê a redução de cargos comissionados de 900 (da lei vigente atualmente) para 656”, conforme a justificativa que acompanha o projeto de lei.

Um novo edital de convocação para as duas sessões extraordinárias foi divulgado pelo presidente da Mesa Diretora, Jorge Maécio (PP) em meio ao recesso parlamentar que vai até o dia 29 de janeiro de 2021, com primeira sessão ordinária do ano apenas no dia 04 de fevereiro, conforme portaria de número 01/2021.

De acordo com a proposta do Poder Executivo, serão criadas as secretarias de Esportes, Juventude, Cultura e Lazer; Meio Ambiente; Serviços Públicos; Planejamento e Gestão e Desenvolvimento Econômico Sustentável.

Primeiro Secretário da Mesa, o vereador Arthur Dapé (DEM) afirmou que é natural que a prefeita queira adequar a máquina ao seu projeto de governo, destacando que o texto “visa a melhorar os processos administrativos, além de conferir maior transparência à administração municipal”. Frisou.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios