DestaquePolitica

Câmara de Vereadores quer saúde para sem terras do acampamento Catarina Galindo

Por indicação do vereador Arthur Dapé (DEM), o acampamento de trabalhadores rurais sem terra Catarina Galindo pode receber uma equipe do Programa de Saúde da Família para atendimento das pessoas que vivem no local com o intuito de amenizar as dificuldades enfrentadas pelas famílias para ter acesso à saúde. O acampamento Catarina Galindo está situado na fazenda Miramar, no Córrego da Platina, após o Rio Buranhém.

Por unanimidade, a indicação 254/2021 foi aprovada na sessão ordinária desta quinta-feira (21/10) na Câmara Municipal de Eunápolis.

Como justificativa, Arthur, que é primeiro secretário da Mesa Diretora da Casa de Leis, lembrou que muitas famílias permanecem naquele acampamento sem condições de moradia e susceptíveis a diversos problemas de saúde que requer o acesso à Rede de Atenção Básica adequada às necessidades dessa parcela da população que se encontra fragilizada, seja pelo deslocamento até o serviço ou mesmo por não ter uma Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência valendo-se exclusivamente da rede hospitalar.

A associação produz café, pimenta do reino, abacaxi, mandioca e banana e luta junto ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), a Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar (FETRAF) e a Secretaria de Desenvolvimento Rural da Bahia para resolver os conflitos agrários e fundiários.

Também com enfoque na zona rural, o vereador Adeilson Costa (PSC) apresentou indicação ao Poder Executivo na qual pede a instalação de um medidor de velocidade (radar) na BR101, próximo à entrada do Povoado denominado Roça do Povo, de forma a garantir a segurança viária e informar, aos condutores, a velocidade máxima permitida para o local.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios