CulturaDestaque

Canto em Trancoso: inscrições prorrogadas até 13 de maio

O 5º Canto em Trancoso, academia destinada a jovens de 17 a 28 anos, é uma iniciativa do Mozarteum Brasileiro, em parceria com Chorakademie Lübeck, da Alemanha, que se realiza anualmente no Teatro L’Occitane, no litoral sul da Bahia, de 7 a 13 de julho. As inscrições para o processo seletivo de 2019 foram prorrogadas até o dia 13 de maio (segunda-feira), e devem ser feitas pelo site do Mozarteum: https://mozarteum.org.br/cultura-musical/academia-canto-em-trancoso-2019/

Os interessados terão de enviar um vídeo de cinco a dez minutos, interpretando o repertório descrito no site. Uma comissão fará a avaliação e seleção de até 50 cantores entre os que mais se destacarem. A divulgação dos selecionados para a bolsa será no dia 03 de junho, também pelo site do Mozarteum. A bolsa de estudos inclui transporte aéreo e terrestre, hospedagem e alimentação, além das aulas gratuitas. Os alunos ficarão hospedados em Trancoso, no Sul da Bahia, onde participam de uma semana acadêmica imersiva, com aulas coordenadas pelo maestro e diretor artístico Rolf Beck, da Chorakademie Lübeck. “Ao final, selecionaremos os melhores participantes, que ganharão uma bolsa adicional para estudarem na Alemanha no ano seguinte. É uma oportunidade única para quem deseja alavancar a carreira e aprender com talentos internacionais”, observa Rolf Beck.

Em Trancoso, além do maestro alemão, os alunos terão a oportunidade de ter aulas individuais com a mezzo-soprano eslovena indicada ao Grammy, Lucia Duchonova. O professor holandês Marcel Boone, que atua na Hochschule für Musik, de Basel, na Suíça, e a soprano holandesa Renate Arends, do Conservatório Real de Haia, completam o time de especialistas. Treinando técnicas de canto e interpretação durante a academia, eles encerrarão a semana no dia 13 de julho, com a apresentação de duas peças: Magnificat, de Johann Sebastian Bach, e Gloria, de Antonio Vivaldi.

Em 2018, Alexandre de Souza foi um dos ganhadores da bolsa para a Chorakademie Lübeck e, em julho de 2019, viajará para a Eslováquia, onde terá aulas no Castelo Smolenice. O jovem tenor reforça a importância de oportunidades como essa: “Os ensaios e aulas com profissionais internacionais, com um nível tão elevado, me proporcionaram momentos de muito aprendizado. Estou cheio de expectativas para seguir meus estudos no exterior, com outros jovens e profissionais de grande talento e, para completar, em um lugar tão inspirador”.

Entre os 166 inscritos em 2018, foram selecionados 40 bolsistas de 14 estados. Desse total, quatro irão participar de masterclasses durante um mês na Europa – entre eles, Alexandre de Souza. A expectativa é que a edição de 2019 seja ainda mais grandiosa, conforme explica Sabine Lovatelli, presidente do Mozarteum Brasileiro. “Ano passado foram quase 200 inscritos, e nossa intenção é que cada vez mais jovens possam ter essa experiência marcante em suas carreiras. Esse é um dos principais compromissos do Mozarteum no fomento da música clássica no País”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios