DestaquePolitica

Chefe de gabinete do prefeito Marcelo Angênica diz que mulheres de Itamaraju vão para Portugal se prostituirem

O chefe de gabinete do prefeito Marcelo Angênica (PSDB), Gustavo Souto, perdeu o controle novamente nas redes sociais ao afirmar que as mulheres de Itamaraju vão para Portugal e Salvador em busca do dinheiro fácil da prostituição.

As ofensas proferidas de forma pública a centenas de Itamarajuenses que vivem no país europeu foram feitas em um grupo de Whatsapp onde o chefe de gabinete debatia com outros internautas. Para Gustavo Souto, Portugal virou um “lugar de prostituição”. Suas declarações atingiram em cheio cerca de mil mulheres de Itamaraju que vivem na Europa e trabalham principalmente em setores como gastronomia, beleza e em carreiras musicais.

Ele ainda disse que as mulheres de Itamaraju estão em Portugal atuando como prostitutas e “enviam o dinheiro para Itamaraju”. Ao ser indagado por um dos membros do grupo que discordou da afirmação generalizada do chefe de gabinete, em tom de deboche ele ainda disse que os familiares que vivem em Itamaraju “mandam as mães para se prostituírem em Portugal.”

As declarações do chefe de gabinete do prefeito de Itamaraju geraram revolta em vários segmentos da sociedade. Entidades de defesa das mulheres pretendem mover ação no Ministério Público e também ao Conselho de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil, pois o chefe de gabinete do prefeito de Itamaraju também é advogado. Após perceber a repercussão negativa das publicações ele ainda tentou apagar as mensagens, porém os “prints” já haviam circulado pelas redes sociais.

Conhecido por ser defensor de Marcelo Angênica nas redes sociais e de ter sido contratado por esse motivo, Gustavo Souto é filho e sócio de Jaime Souto, empresário que responde a Ação Penal no Ministério Público Federal por ser acusado de coordenar um esquema de corrupção na prefeitura de Itamaraju que foi apelidado de “Máfia dos Combustíveis”, onde supostamente teriam sido desviados quase R$ 1 milhão da prefeitura. O chefe de gabinete ainda responde a várias ações na justiça local por ameaça, calúnia e difamação.

Nossa equipe de reportagem pesquisou nos acervos de imprensa dos principais veículos de comunicação da Europa e não localizou nenhum caso de cidadãs de Itamaraju que tenham sido detidas ou deportadas acusadas da prática de prostituição. No entanto, é facilmente possível localizar notícias de itamarajuenses que se mudaram para Portugal e para capitais do país e hoje tem carreiras consolidadas no mundo da política, empresarial e musical.

Entre dois exemplos de sucesso estão o da Secretaria de Promoção e Igualdade Racial da Bahia e pré candidata à Prefeitura de Salvador, Fabya Reis, que vive na capital baiana, da jovem cantora e compositora Isabely Cotias, que hoje faz sucesso nos palcos de Portugal como vocalista da banda Canta Brazil e do renomado fotografo Bruno Saavedra, reconhecido internacionalmente por seu trabalho e que também reside no país com sua mãe e irmã há mais de uma década.

Por entender que as declarações do chefe de Gabinete do Prefeito Marcelo Angênica ferem a dignidade e honra de todas as mulheres de Itamaraju, e não somente aquelas que precisaram se mudar da cidade para trabalhar devido a falta de oportunidades, nossa redação apresenta o repúdio em relação às declarações de Gustavo Souto, servidor público municipal que é pago através dos impostos arrecadados de cada morador de Itamaraju, e que por esse motivo deve respeito dobrado aos cidadãos e cidadãs locais.

Assim, externamos nossa solidariedade às centenas de mães de família que foram trabalhar em Portugal, em Salvador ou em outros países, que lutam diariamente em busca de uma vida melhor, realizando investimentos no Município de Itamaraju ou ajudando no sustento de familiares, e por esse motivo merecem o devido respeito, inclusive de autoridades locais que deveriam ser exemplos para a população.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios