DestaquePolitica

Crise no PP pode resultar na saída de Wilsinho e Mayra Brito

A exoneração do chefe de gabinete da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs), Wilson Brito, no último sábado, 11, expôs crise em que vive o partido, motivada pela disputa por cargos e pode resultar em desfiliações.

No PP  desde março de 2003, embora Brito minimize e negue que tenha havido desconforto em sua saída da Sihs, ele teria sido destituído do posto sem sequer ter sido comunicado e não estaria nem um pouco satisfeito com o tratamento dispensado a ele após tantos anos dedicado ao PP.

Brito tem comentado sua insatisfação com a forma que o partido vem sendo conduzido e não descartou deixar a sigla. E o comentário é que ele não sairá sozinho: levará com ele a sua filha, a prefeita de Prado, Mayra Brito.

“O que ocorre é que não está tendo discussões entre as lideranças e o partido vem sendo dirigido de forma unilateral”, admitiu Brito, que é ex-prefeito de Prado e ex-secretário de Desenvolvimento e Integração Regional e de Infraestrutura.

Mais enfático sobre o seu futuro político, Brito reforçou que seu grupo já está trabalhando pelo lançamento de seu nome para a prefeitura de Teixeira de Freitas e a possibilidade de mudança partidária está sendo avaliada.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios