DestaquePolitica

Deputado e vereador pedem esclarecimentos sobre morte de grávida na UMMI

Diante da morte da jovem Nicoly das Virgens Pereira 19, na madrugada do último dia 18, e, posteriormente, do seu filho recém-nascido, na Unidade Municipal Materno Infantil (UMMI) de Teixeira de Freitas, o deputado estadual Paulo Câmara (PSDB) se une ao vereador do município Bruno Barbosa (Avante) e pede esclarecimentos do fato.

Grávida de 41 semanas, Nicoly deu entrada na UMMI no dia 17 de abril, conforme informado pela Secretaria de Saúde do município. Moradora de Piau, interior do município de Vereda, ela chegou na unidade em estado grave por volta de 22h30, depois de ter sido encaminhada pelo Hospital e Maternidade Ana Lúcia Magalhães. Com orientação de cesariana, segundo familiares, ela entrou em trabalho de parto na madrugada do dia 18, sendo induzida a parto normal, quando seu estado de saúde se agravou e evoluiu para o óbito da jovem e do seu filho recém-nascido.

“Fato como esse traz uma imensa tristeza e nos leva a refletir sobre a importância de apurar o que realmente aconteceu e, se tiver culpados, os responsabilizar. Quem está sofrendo nesse momento é a família, que clama por justiça. Me uno ao vereador Bruno Barbosa, que vai acionar o Ministério Público (MP) para apurar o que aconteceu. Aos familiares de Nicoly, a minha solidariedade”, disse Paulo Câmara.

De acordo com os familiares, que registraram boletim de ocorrência na delegacia local, as informações da UMMI são desencontradas e a situação se agrava pelo fato de o corpo não ter sido periciado e a causa da morte ser “desconhecida”, conforme consta na declaração de óbito. (Fonte: PolíticaLivre)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios