DestaqueVídeos

Itamaraju: Diretor de Obras acusado de desviar material da prefeitura

O Diretor de Obras da Prefeitura Municipal de Itamaraju, Luan Pablo Lembrance, acaba de ser denunciado por estar desviando materiais de construção da prefeitura Municipal de Itamaraju para utilizar em a obra de sua casa que está sendo construída no Bairro Bela Vista.

Segundo os vídeos gravados com exclusividade, o diretor de obras do Prefeito Marcelo Angênica fez uso de um caminhão locado para a prefeitura e para praticar os desvios de materiais, incluindo blocos, cimento e areia.

O veículo foi flagrado carregando numa loja que tem contrato com a prefeitura municipal, e na sequência os vídeos mostram o veículo se deslocando até o depósito da prefeitura e finalmente seguindo para a construção do diretor de obras onde foi descarregado.

Além de Luan que estaria sendo beneficiado com o esquema de desvios de materiais de construção para construir sua casa, outros quatro servidores também estariam construindo e reformando residências de alto padrão com material desviado que deveria ser utilizado para construção de pontes e reformas de escolas.

O autor das denúncias e que gravou os vídeos alega que chegou a ser ameaçado pelo Diretor de Obras após ter flagrado o esquema e divulgado nas redes sociais.

Não é a primeira vez que o governo do médico Marcelo Angênica (PSDB)  é denunciado por desvio de recursos. Em 2017 o secretário de Saúde, Elan de Lozinho  e o Diretor de Transportes, Fábio Lima, foram denunciados ao Ministério Público Federal por supostamente estarem envolvidos em um esquema de desvio de combustíveis da Saúde.

Na ocasião foi denunciado que Elan preenchia várias notas de combustíveis que depois eram comercializadas com preço inferior ao de mercado, causando um prejuízo de quase R$ 200 mil ao município. Após a denúncia o Diretor de Transporte foi exonerado, porém Elan permanece no cargo.

Segundo o Fiscaliza Itamaraju, a nova denúncia de desvio de materiais de construção será protocolada no Ministério Público (MPE)  que deverá apurar o caso.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios