DestaqueMeio Ambiente

Pesca do robalo está proibida até 31 de julho na Bahia

Está em vigor a época de defeso do robalo, que começou no dia 15 de maio e vai até 31 de julho em todo o estado da Bahia. Nesse período, está proibida a captura de todas as espécies do peixe (Centropomus sp.). A proibição está prevista na Portaria Ibama nº49/1992, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Canal de ligação fluvial entre os rios Jequitinhonha, perto da foz, no município de Belmonte, e o Pardo [em Canavieiras], o Rio Passuí é margeado por vasto manguezal, coqueirais, fazenda de cacau e Mata Atlântica, desenhando em seu entorno um visual paradisíaco. O local é muito apropriado para a pesca esportiva do robalo e para a atividade de camping, em especial na Barra do Peso.

Pelo seu alto valor econômico e pela qualidade de sua carne, o Robalo é um dos principais alvos da pesca das comunidades ribeirinhas, constituindo assim uma das mais tradicionais pescarias artesanais do mundo, além de ser uma das espécies mais procuradas pela pesca esportiva.

A proibição visa proteger as espécies durante o período de reprodução, garantindo a manutenção dos estoques pesqueiros e da atividade e a renda dos pescadores e atinge, inclusive, os pescadores artesanais de tarrafa.

 

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios