DestaquePolitica

Racha na base aliada de Lili: Vereador mais votado de Jucuruçu rompe com o governo

O vereador Binha do Taxi (PSDB) divulgou uma carta aberta para informar que rompeu sua relação política com o prefeito Lili (PSDB). Principal aliado do gestor há mais de três anos, Binha diz ter se decepcionado com o prefeito e que não há mais ambiente político para que ele permaneça na base aliada do governo.

Vereador mais votado da história de Jucuruçu, na última eleição Binha obteve 541 votos, o correspondente a 8,8% dos votos válidos. Na carta, o vereador tece duras críticas a Lili e acusa o prefeito de ter traído os aliados. “O prefeito virou as costas para quem mais o ajudou, não soube reconhecer tudo que o povo de Jucuruçu fez por ele e não tem tratado as pessoas com o respeito e o carinho que elas merecem”, afirmou.

Binha também criticou as contratações de pessoas de fora do município, principalmente em cargos do alto escalão onde os salários são maiores. “Minha primeira decepção foi com a composição do governo, onde houve excessivo favorecimento de pessoas de fora em detrimento das pessoas de Jucuruçu, como se em nossa cidade não houvesse pessoas capazes de ocuparem os mais importantes cargos do governo”.

Antes da circulação da carta, já havia burburinhos na cidade dando conta de que a relação entre eles estava estremecida, a oficialização do rompimento, no entanto, ficou marcada como um grande prejuízo político para o prefeito.

Segue abaixo, íntegra da carta divulgada pelo vereador:

CARTA ABERTA AO POVO DE JUCURUÇU

Amigos e amigas de Jucuruçu, recentemente tenho recebido muitos questionamentos de eleitores, amigos e simpatizantes do meu mandato de vereador sobre minha relação política com o governo municipal e com o prefeito Lili. Escrevo essa carta para esclarecer a todos vocês e sanar qualquer dúvida sobre o assunto.
Todos sabem que eu estive aliado ao prefeito Lili, desde que ele se lançou pré-candidato há cerca de 03 anos. Fui convencido de que ele era uma pessoa prestativa, companheira e leal e, por isso, passei a caminhar ao seu lado construindo junto com ele um projeto político promissor para o nosso município. Juntos fizemos a campanha de deputados estadual e federal em 2018 e seguimos juntos rumo a eleição municipal de 2020, onde saímos vitoriosos.

Meu sonho era construir junto com Lili um governo humano e acolhedor, que atendesse os anseios do nosso povo mais pobre e mais necessitado, que tratasse todos os cidadãos com carinho, respeito e dignidade, e que valorizasse os talentos e capacidades profissionais dos cidadãos jucuruçuenses. Foram três anos levando o nome de Lili aos quatro cantos do município, convencendo o povo de que se tratava da melhor alternativa para governar nossa cidade e atender os anseios da nossa população.

Quando finalmente vencemos a eleição, após uma disputa acirradíssima, com uma diferença de 0,84% dos votos, fui, aos poucos, me dando conta do equívoco que cometi ao depositar minhas esperanças na liderança política do atual prefeito. Hoje, tenho clareza, de que Lili não representa, na política, as coisas que eu acredito e defendo.

Minha primeira decepção foi com a composição do governo, onde houve excessivo favorecimento de pessoas de fora em detrimento das pessoas de Jucuruçu, como se em nossa cidade não houvesse pessoas capazes de ocuparem os mais importantes cargos do governo. Daí por diante, as decepções foram se acumulando, todo comportamento do prefeito tem sido completamente diferente do que eu e os eleitores esperávamos. Lili virou as costas para quem mais o ajudou, não soube reconhecer tudo que o povo de Jucuruçu fez por ele e não tem tratado as pessoas com o respeito e o carinho que elas merecem.

É importante ressaltar que as pessoas estão vivendo um momento muito difícil, com a pandemia da Covid-19. O desemprego aumentou muito, as pessoas não estão recebendo auxílio emergencial no valor suficiente para se manterem. Tem muita gente passando necessidade. E toda essa população está desamparada pelo governo de Jucuruçu. Quando uma pessoa necessitada procura o prefeito, ela volta de lá decepcionada e profundamente entristecida.

Quem me conhece sabe do meu jeito de agir, da minha forma de tratar as pessoas, e de como respeito e valorizo nossa gente. Isso é resultado da boa educação que meus pais me deram e eu faço questão de sustentar esses valores morais até hoje. Sendo assim, não posso continuar na base aliada desse governo, não tem espaço para mim no projeto que Lili está executando em Jucuruçu. Informo a todos que estou me retirando da base aliada e anunciou meu rompimento político com o atual gestor.

Apesar disso, não desejo mal ao gestor nem ao seu governo. Pelo contrário, espero que Lili se dê conta dos erros que está cometendo e possa corrigi-los, de modo a fazer uma boa gestão, tratando as pessoas com dignidade, e trazendo grandes obras para nosso município. Entretanto, no atual cenário, não permitirei, nem por mais um dia, que meu nome esteja vinculado ao do prefeito Lili e ao seu governo.
Quanto ao meu trabalho, continuarei atuando na Câmara de Vereadores, votando os projetos que forem benéficos a nossa população, fiscalizando as ações do Poder Executivo e sempre à disposição do nosso povo, para atender cada um que precisar, naquilo que estiver em meu alcance, como eu sempre fiz.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios