DestaqueEconomia

Veracel: monitoramento e aprendizado na trilha da excelência

Em 2018, a Veracel atingiu o maior nível de volume de produção, 1.148.760 toneladas de celulose produzidas com eficiência operacional de 93%. De olho em um futuro promissor pela demanda mundial de celulose, a empresa está buscando na tecnologia e na gestão de processos a manutenção da sua alta performance. O que o mercado denomina de indústria 4.0 para a Veracel é um exercício diário desde 2011. “Mas ainda há muito o que fazer”, antecipa Luciano Lafuente, gerente de Engenharia, Manutenção e Controle Técnico e Manutenção da empresa.

Para isso, assegurar a disponibilidade produtiva por meio da utilização dos equipamentos e recursos em todo o seu ciclo de vida, com o menor custo operacional, faz parte do desafio da Veracel. Isso significa proporcionar longevidade dos recursos e evitar surpresas ou redução de produtividade. “Essas ações ampliam a gestão dos ativos e controle sobre o processo produtivo, antecedendo às falhas”, disse o coordenador de Confiabilidade da empresa, Washington Gonçalves. Segundo ele, quando a empresa atua com nível de eficiência operacional elevado e maior previsibilidade, ela fica mais visível e atrativa para novos investimentos.

A tecnologia é uma forte aliada nessa missão. As equipes de Tecnologia da Informação e de Confiabilidade estão em sintonia para trazer as melhores soluções para o processo produtivo da Veracel. Um bom exemplo disso é a utilização de sensores e posicionadores inteligentes (dispositivos que convertem a energia em movimento) nos equipamentos que coletam informações em tempo real na fábrica. Esses dados são processados por meio de inteligência artificial e as informações direcionam tomadas de decisões rápidas e assertivas que melhoram a disponibilidade da fábrica.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios