DestaquePolitica

Vereador de Itamaraju utiliza diárias da Câmara para fazer “churrasco” com amigos

Mesmo sendo alvo de investigações do Ministério Público Estadual e Federal por desvios de recursos públicos, o vereador do município de Itamaraju, Francisco Carlos Barbosa, “Chico do Hotel”, parece não estar nada preocupado com as possíveis penalidades a que estão sujeitos os agentes políticos que se utilizam indevidamente verbas públicas em proveito pessoal, crime conhecido como Improbidade Administrativa.

Mesmo tendo sido denunciado em 2017 por ter utilizado indevidamente diárias da Câmara municipal, quando na ocasião alegou que estaria na cidade de Salvador “tratando de assuntos de interesse do município”, mas na verdade encontrava-se na cidade de Itamaraju, Chico do Hotel novamente é acusado de cometer o mesmo crime, dessa vez no mês de abril de 2018.

Após receber a denúncia dando conta de que Chico do Hotel receberia R$ 1.6 mil (mil e seiscentos reais) referentes a quatro diárias para ir a Salvador entre os dias 19 e 23 de abril e não viajaria, por se tratar de um período que corresponde ao final de semana, a redação do Siga a Notícia decidiu averiguar as informações para constatar a veracidade dos fatos.

Coincidentemente, o vereador Chico do Hotel foi fotografado no sábado à tarde (21/04) por um morador que reside próximo ao local onde o churrasco era realizado, onde o parlamentar confraternizava juntamente com amigos e familiares, justamente no dia em que informou estar na capital do Estado onde supostamente deveria estar “tratando de interesses do município”.

No dia seguinte 22, Chico do Hotel confirmou que estaria em casa, quando em conversa com uma colaboradora do nosso site, agendou horário para receber o seu currículo em sua casa. Na oportunidade o parlamentar ainda disse que ela poderia procurá-la também na segunda feira 23. Na conversa com a internauta Chico ainda comentou: “qualquer hora estou em casa”, referindo-se ao dia 22/04.

Esta denúncia que deverá ser encaminhada ao Ministério Público, agrava ainda mais a situação de Chico do Hotel, pois além de utilizar indevidamente as diárias destinadas ao uso exclusivo para desempenho das funções legislativas, ele é acusado de estar utilizando atestados de comparecimento falsos de gabinetes parlamentares para justificar as viagens. “Ele precisa ser condenado e devolver o dinheiro. Estão brincando com a cara do povo!”. Desabafou o morador que registrou o momento em que Chico do Hotel realizava um churrasco com as diárias recebidas da Câmara Municipal de Itamaraju.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios