AgronegócioDestaque

Bahia testa fungicida contra vassoura de bruxa; nova substância pode dar fim a doença

A cacauicultura baiana sempre foi destaque no cenário nacional, desde sua representação no segundo romance de Jorge Amado, de título “Cacau”, até a forte contribuição para o desenvolvimento econômico do estado. Em prol dessa cultura, a Bahia vai testar fungicidas contra a maior inimiga das lavouras desse fruto, a vassoura de bruxa. Caso os testes sejam bem-sucedidos, o estado pode se tornar pioneiro no mundo ao identificar uma substância contra a doença.

No total, cinco produtos para o controle da enfermidade provocada pelo fungo Moniliophthora perniciosa, que começou a devastar as plantações de cacau brasileiras no final da década de 80, serão testados. Um deles é uma mistura de moléculas que apresentou ótimos resultados em estudos realizados na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), feito pelo pesquisador e coordenador do Programa de Genoma da vassoura de bruxa, Gonçalo Pereira.

Já os demais são resultados de uma pesquisa desenvolvida pela Comissão Executiva Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) com apoio do Sistema Faeb/Senar e da empresa especializada em produtos químicos Syngenta. A pesquisa feita pela Unicamp foi o pontapé inicial para as informações que foram base para todos os testes.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios