DestaqueEconomia

Falta gás de cozinha e preço do botijão dispara em Itamaraju

A escassez do gás de cozinha aumentou muito neste final de semana, em decorrência da greve dos caminhoneiros, e o preço disparou em estabelecimentos que ainda têm o produto. Várias revendedoras na região do extremo sul baiano não tem botijões cheios para comercializar.

Nos pontos de distribuição, o botijão de 13kg, vendido em média a R$ 65, já custa entre R$ 70 e R$ 75. Há registros de pessoas vendendo o produto por até R$ 140,00 em Itamaraju.  A medida está sendo classificada como abusiva pelo Sindicato dos Revendedores de Gás LP do Estado da Bahia (Sinrevgas), que orienta os consumidores a prestar queixa ao Procon, caso sintam-se lesados, porque inflacionar os valores configura-se crime contra a Ordem Econômica e abuso ao Direito do Consumidor.

A escassez do produto tem afetado toda a região do extremo sul desde o último fim de semana. Em Itamaraju, por exemplo, que é abastecida por três empresas: Brasilgas, Supergasbras e Butano, os revendedores afirmam que estão recebendo quantidade muito insuficiente para atender a demanda oque explica a escassez do produto.

Consumidores estão sendo informados que não há previsão da chegada do produto oque somente aumenta a procura das revendedoras.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios