DestaqueExtremo sul

Parceria entre a Suzano e a Prefeitura de Prado impulsiona a produção de beiju na região

O beiju é um dos alimentos artesanais mais populares na Bahia e também fonte de renda de várias comunidades locais. Uma parceria entre a Suzano e a Prefeitura Municipal de Prado promove incentivos para a produção da iguaria e o cultivo de sua matéria-prima, a mandioca. As ações serão desenvolvidas por meio do Plano de Ação Territorial da Mandiocultura, fomentando a cadeia produtiva da mandioca na região.

O preparo da terra para o cultivo e toda a infraestrutura para produção do beiju serão contempladas nessa parceria. A Suzano apoiará com miniestacas, um material de plantio que levará mais inovação à produção, assim como a reforma das unidades de produção de beijus, modernizando a infraestrutura de forma sustentável. Todas as ações serão executadas por meio do Escritório de Projetos da companhia. Preparos do solo, máquinas e a mão de obra para a execução das ações ficam por conta da Prefeitura. A comunidade de Pontinhas será a primeira a receber os benefícios.

O engenheiro agrônomo da Secretaria de Agricultura da Prefeitura de Prado, José Luiz Có, destaca que a ação leva qualidade à produção do beiju e incentiva o desenvolvimento do potencial agrícola e socioeconômico da região. “Essa parceria é de grande importância pois dá sequência e sustentabilidade da cadeia produtiva da mandioca em Prado. O ciclo continua com novos experimentos, investimentos e, principalmente, traz qualidade ao beiju produzido pelas comunidades do Prado. Ele é comercializado não só no município, mas em toda região e em outros estados”, afirma o especialista, um dos responsáveis por coordenar a execução o plano de ação no município.

De acordo com Whilzi Gonçalves, do Time de Relações Corporativas da Suzano, o envolvimento com o PAT da Mandiocultura e a parceria com a Prefeitura de Prado faz parte do propósito da empresa de trabalhar em parceria com as comunidades nas regiões em que atua, identificando as vocações locais e apoiando iniciativas que incentivam a autonomia e geração de renda. “Um dos direcionadores da Suzano é gerar e compartilhar valor. E é nessa direção que estamos caminhando, implementado ações que contribuem para desenvolvimento e renda no território do Extremo Sul da Bahia. Essa parceria com a Prefeitura trará bons frutos para a comunidade de Pontinha e possibilitará inserir a produção de beiju na rota turística do Prado”, reforça.

Plano para o Extremo Sul

O Plano de Ação Territorial da Mandiocultura quer aumentar em 40% a produtividade da mandioca em áreas de agricultura familiar nos municípios de Alcobaça, Caravelas, Ibirapuã, Itamaraju, Itanhém, Jucuruçu, Medeiros Neto, Prado, Teixeira de Freitas, na Bahia, e Serra dos Aimorés, em Minas Gerais. Mais de 40 parceiros atuam no PAT, dentre eles a Suzano, o Governo do Estado da Bahia, o Banco do Nordeste e as Prefeituras municipais. A ação já traz resultados positivos como o recorde de produtividade com 89 toneladas de mandioca por hectare.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios