Cidades

Prefeito de Itamaraju nega embargo à obra de ponte e diz que Valmir causou ‘richa’

O prefeito de Itamaraju, Marcelo Angênica (PSDB) concedeu entrevista ao programa do radialista Jean Batatinha na Radio Extremo Sul FM  nesta sexta-feira 21, negando a tentativa de embargar a obra de recuperação da ponte que liga ao bairro Várzea Alegre em Itamaraju.

O trecho está interditado deste o início de dezembro de 2021 após um dos lados ter sido e ser arrastado pelas fortes chuvas que caíram na região.

Na entrevista, o prefeito se deu por vencido e afirmou que fez uma licitação no valor de R$ 250 mil com recursos do Ministério das Cidades para a recuperação de uma das cabeceiras da ponte e que foi surpreendido pela licitação do Governo do Estado feita no mesmo período com a mesma finalidade.

“Eu não fui lá embargar obra”, disse o gestor argumentando que não está preocupado se quem vai executar o trabalho será o Governo do Estado ou Federal. “Eu estou preocupado em atender a população que utiliza a ponte”, se saiu o gestor.

O prefeito declarou que vai abrir mão da realização da obra e que pretende realocar os recursos para recuperar outra ponte que também foi danificada pela enchente.

“O Estado faz [a ponte] não tem problema nenhum, o que eu não quero é problema jurídico e nem perder o recurso”, argumenta o prefeito afirmando que a ‘richa’ foi causada pelo deputado Valmir Assunção (PT). Angênica aproveitou a oportunidade para alfinetar Valmir afirmando que o deputado precisa ajudar a cidade já que mandou uma única emenda para Itamaraju durante sua gestão.

De acordo com Angênica, quatro emendas dele foram executadas, mas com dinheiro que estava parado na conta desde a gestão passada. Ainda segundo o prefeito, de 2017 até hoje Valmir destinou somente uma emenda para o município.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios