Vídeo: Internauta improvisa ceia à luz de velas para cobrar reforma de mercado em Itamaraju

Após ficar famoso ao tomar banho em um piscinão de lama em frente a uma escola pública, o internauta Cássio Amaral desta vez aproveitou a noite de sábado 23, para gravar mais um vídeo polêmico. Desta vez ele simulou uma ceia de Natal à luz de velas com direito a panetone , chocolate para cobrar melhorias para o mercado o da cidade baixa que se encontra numa situação bastante precária em Itamaraju.

Sem telhado e nenhuma infra-estrutura o mercado é o retrato do abandono.  No vídeo Cassio aparece sozinho e explica que as velas acesas são pra chamar a atenção para a escuridão do lugar, mas lamenta que mesmo com o panetone e chocolate os convidados para a ceia que seriam os vereadores e o prefeito Marcelo Angênica (PSDB) não compareceram.  Sarcasticamente enquanto toma um copo de refrigerante, ele não poupa críticas à gestão municipal que naquele mesmo momento celebram o Natal com show gospel de expressão nacional na praça Castelo Branco no centro da cidade alta.

Na gravação Cassio Amaral diz que tem feito o trabalho dos vereadores, uma vez que, ele cobra benefícios para a cidade, enquanto os membros do legislativo, na sua opinião, se limitam a pedir votos no período eleitoral. As imagens do vídeo retratam um cenário desolador no mercado da cidade baixa, com mercadorias cobertas por lona para proteger do sereno e de uma ocasional chuva.

Em outros tempos o vídeo caberia na letra de uma música de Zé Geraldo. Tudo isso acontecendo e eu aqui na praça doando milho aos pombos. “Quando mais alto o cargo maior o rombo”. E expõe o descaso com a coisa pública e a inversão de prioridades da atual gestão que aposta na política do pão e circo. Até metade do século XX, pesquisadores e historiadores acreditavam que essa política havia sido criada como uma medida de manipulação de massas, onde a aristocracia incentivava a plebe de certa forma ficar desinteressada em política e dar atenção somente para prazeres como a comida, através do pão, e o divertimento, retratado pelo circo.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA