DestaquePolitica

Jorge Maécio nega envolvido de deputado com o DETRAN

Em entrevista aos comunicadores Carlinhos Mototaxi e Sena Santos, da rádio FM Vida, na tarde desta terça-feira, 3, o vereador Jorge Maécio, do Progressistas, disse que ficou surpreso com a notícia que circulou em um site da cidade que aponta o deputado federal Ronaldo Carletto como “mandachuva do DETRAN e causador de inúmeras irregularidades no atendimento do órgãos aos seus usuários”.

Mesmo admitindo que a situação do órgão na cidade “não é muito boa” o parlamentar enfatizou que os boatos não procedem.

“Isso é mentira. O deputado em questão sempre exerceu seu mandato pautando-se pela legalidade e transparência e, na verdade, ele é quem está cobrando à diretoria geral do DETRAN, em Salvador, para que adote as providências a respeito dos problemas verificados na cidade desde a saída do ex-coordenador, capitão PM Lima Neto”. Afirmou.

“O órgão não pode ficar parado porque o coordenador foi exonerado. O Capitão cumpriu seu trabalho, fez sua parte com zelo durante dois anos, mas cargo de confiança não tem obrigação de durar os quatro anos do mandato do governador”.

O vereador Jorge Maécio esclareceu sobre uma publicação dando conotação de que Ronaldo Carletto estaria promovendo uma disputa política no sentido de prejudicar a cidade.

“Não é Ronaldo quem nomeia ou exonera, porque Ronaldo ainda não é o governador da Bahia, mas se um dia chegar a ser governador do estado ele vai fazer um trabalho com muita ênfase e com muita praticidade.”

Para concluir, o vereador, atual presidente da Câmara Municipal de Eunápolis, disse que a imprensa precisa zelar por propagar informações verdadeiras e ainda alfinetou que “Ronaldo Carletto não precisa dessa politicagem barata e baixa para fazer as coisas aconteceram, porque ele desempenhou um trabalho honrado durante cinco mandatos”.

IRREGULARIDADES

Para Jorge Maécio, o culpado de todas as irregularidades é o próprio DETRAN por meio de sua direção geral em Salvador. “Até agora não saiu a nomeação de outro nome e nem chegou uma equipe de intervenção e o órgão, em Salvador, tem funcionários para agir quando ocorre algum tipo de problema dessa natureza”. Informou.

O órgão, que atende a Eunápolis e mais cinco cidades da Costa do Descobrimento, parou de realizar o serviço de rua e emissão de laudos desde a exoneração do ex-diretor. Segundo Maécio, muitos motoristas precisam retirar taxas, outras estão com os laudos vencidos e a solução se arrasta. “O Detran precisa respeitar os moradores dessas cidades. Tem motorista com CNH vencida e a gente sabe que se forem flagrados pelos órgão de fiscalização serão penalizados por conta de um erro do próprio DETRAN”, vaticinou.

Segundo Maécio, o próprio órgão, em Salvador, pode, se quiser, prorrogar a validade dos laudos enquanto esta situação se mantém, para que os motoristas não sofram maiores prejuízos. Relatou.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios